Irmãs de Notre Dame – SND – junto às Nações Unidas

Navegue: InícioNotíciasHistórico de Notícias → Irmãs de Notre Dame – SND – junto às Nações Unidas

Irmãs de Notre Dame – SND – junto às Nações Unidas



 


           As Irmãs de Notre Dame,  hoje organizadas em três congregações,  bebem da fonte comum do carisma e espiritualidade de Santa Júlia Billiart (1751-1816): experienciar e partilhar a bondade de Deus e seu amor providente.  O lema-síntese que orienta a vida a missão Notre Dame no século XXI  vem  do dístico da santa da revolução francesa: “Oh !  quanto é bom o bom Deus!”


 


          A congregação das irmãs de Notre Dame de Namur foi a primeira  a se credenciar junto às Nações Unidas, conforme posicionamento abaixo. A  assembléia geral das Irmãs de Notre Dame de Coesfeld, realizada em Roma em setembro/outubro do ano passado, assumiu integrar a ONG das irmãs de Notre Dame de Namur, junto à ONU, em Nova York. Com elas, porque somos da mesma  família espiritual, assumimos  seguir os passos de santa Júlia Billiart também neste serviço específico de luta pela justiça, paz,  cuidado da vida do planeta e distribuição eqüitativa dos recursos, com atenção especial às mulheres e crianças.



          Irmã Dorothy Stang, martirizada  no Pará, a 12 de fevereiro  de 2005,  em conseqüência do compromisso de sua fé, na expressão concreta do posicionamento abaixo,  selou com seu sangue,  a  causa dos pobres, a causa da vida. E, parafraseando Kofi Annan, Secretário Geral da ONU, como Irmãs de Notre Dame,  dizemos: Irmã Dorothy Stang, filha da Igreja,  filha de Santa Júlia e  irmã universal, é a consciência viva de nossa fé! 


 


“Departamento Missionário Congregacional das Irmãs de Notre Dame de Namur


Irmãs de Notre Dame de Namur – SND – junto às Nações Unidas – trazendo a visão de Júlia Billiart, de advogar a causa dos pobres, a uma Organização Mundial do Século XXI


 


           As Irmãs de Notre Dame de Namur são oficialmente reconhecidas pelas Nações Unidas como uma ONG (Organização Não-Governamental) “em posição consultiva com o ECOSOC (Conselho Econômico e Social das Nações Unidas)” e em associação com o Departamento de Informação Pública das Nações Unidas. Irmã Joan Burke, SND, é a representante Notre Dame junto às Nações Unidas.



           A afiliação às Nações Unidas oferece à Congregação oportunidades de trazer a essa Organização Mundial a longa experiência, os insights e o comprometimento das Irmãs, das Associadas e dos colaboradores em todo o mundo.  Isso também ajuda às Irmãs de Notre Dame a ver as conexões entre os grandes problemas e desafios globais do dia a dia e seu serviço diário em favor do povo em situações locais ao redor do globo.


 


Metas das SND (Sisters of Notre Dame) junto ao órgão das Nações Unidas
1)como mulheres comprometidas com o Evangelho a serviço dos povos do mundo, estar presentes como a “consciência das Nações Unidas”, segundo as palavras do atual Secretário Geral Kofi Annan;
2)ajudar a missão  Notre Dame a se posicionar ao lado dos pobres que lutam pela vida e a dignidade humanas;
3)colaborar com os outros para transformar estruturas e sistemas injustos, especialmente os que afetam mulheres e crianças pobres.


 


Objetivos das Irmãs de Notre Dame junto ao órgão das Nações Unidas
1)colaborar com a comunidade ONG nos centros das Nações Unidas para promover o fortalecimento dos direitos humanos, a dignidade humana, o desenvolvimento humano e a justiça social, com o enfoque especial nos pobres, especialmente nas mulheres e nas crianças;
2)participar nos fóruns maiores das Nações Unidas, quando coerentes com nossas metas congregacionais;
3)fortalecer os trabalhos internacionais em rede, que asseguram larga participação da Congregação na defesa e no trabalho para mudar estruturas e sistemas de exploração;
4)preparar, em nome da Congregação, posicionamentos orais e escritos sobre assuntos relevantes, para os órgãos apropriados do ECOSOC (p. ex., agências e Comissões das Nações Unidas) sobre assuntos relevantes às nossas metas congregacionais.


 


Deveres e Privilégios dos Representantes da ONG junto às Nações Unidas
·assistir às reuniões informativas, conferências anuais e eventos especiais das Nações Unidas;
·fazer parte e participar em comissões apropriadas da ONG e dos trabalhos de grupo;
·preparar o relatório quadrienal a ser submetido ao ECOSOC;
·informar os membros sobre o trabalho das Nações Unidas.


 


ONG das Irmãs de Notre Dame de Namur junto às Nações Unidas
Departamento Missionário Congregacional

SND presentes junto às Nações Unidas traz para a Congregação:


 


 


Perspectiva
As Irmãs de Notre Dame tornam-se mais conscientes do quanto suas próprias preocupações diárias e as do povo são partilhadas com outros ao redor do globo.
As Irmãs de ND são expostas a uma compreensão mais profunda da urgência das preocupações, tais como, ecologia, como também os obstáculos muito reais que influenciam os governos, os quais, por sua natureza, procuram primeiro seus  interesses próprios, percebidos imediatamente.
Com uma maior “compreensão interna” das Nações Unidas  e de seus programas, as SND descobrirão como melhor pleitear com seus respectivos governos a serem mais responsáveis e cooperativos na comunidade das nações.


 


Solidariedade
As Irmãs de Notre Dame encontram-se com grupos de mulheres e homens de tradições filosóficas e religiosas muito diferentes, os quais partilham muitas de suas esperanças e preocupações quanto à comunidade mundial.
As Irmãs de Notre Dame encontram nova energia por poderem unir seus braços com outros, naquilo que sabem ser mais urgente, mas, ainda assim, haverá lutas a longo prazo: distribuição mais eqüitativa de recursos globais; fim da exploração sexual de mulheres e crianças; governo responsável e respeito pela regra da lei (p. ex., continente africano); proteção e manutenção do ecossistema, que partilhamos com toda a criação.
As Irmãs de Notre Dame – SND – estão numa posição de discernir e avaliar os atuais “sinais dos tempos”, clamando por uma resposta não somente global, mas também local.


 


Trabalho em Rede
A Congregação tem uma representante numa posição de unir membros com outros indivíduos e grupos com os mesmos interesses, para que se unam em esforços cooperativos –que serão uma concretização do objetivo das Nações Unidas de unir a todos para construir a família humana.



SND presentes junto às Nações Unidas traz às Nações Unidas:


 


Empoderamento das mulheres (empowering women)


A longa experiência das Irmãs de ND que receberam uma educação a fim de contribuir para a qualidade de vida das famílias e da sociedade é uma forte plataforma em sua defesa, do poder das mulheres como da educação das meninas, para uma transformação da sociedade.



Construindo entendimento internacional e confiança mútua.


Os próprios esforços da Congregação – especialmente nos últimos quinze anos – em trabalhar com a composição multicultural e internacional dos próprios membros, realçam o apreço e a importância do constante diálogo e da construção da confiança mútua entre os povos de tradições diferentes.



Advogando a causa dos pobres e dos sem-voz


Como um grupo de mulheres profissionais comprometidas com o serviço aos pobres e o envolvimento concreto com a realidade dos marginalizados, a Congregação fala com uma paixão forte, compreensão informada e credibilidade reconhecida.



Lidando com conflitos e promovendo a paz


Os esforços das Irmãs de ND no micro-nível de vida comunitária em diferentes culturas, como também no serviço em diferentes partes do mundo, deram-lhes uma experiência de primeira mão nas dificuldades e nos desafios de criarem juntas um ambiente, em que todas podem sentir-se em casa e sentir que têm igual acesso aos recursos.



Distribuição eqüitativa de recursos


Os esforços das SND de promoverem entre si uma distribuição mais equitativa de recursos – especialmente Norte-Sul – abriram-lhes os olhos para ver a desesperada necessidade, de ambos os lados, de pensar nas implicações práticas. Tal redistribuição só pode ser solidamente baseada num reconhecimento de nossa interdependência, para evitar a cilada da mentalidade do dar-receber, do ter e não-ter, a qual gera o ressentimento  e a dependência debilitante.


 








Sisters of Notre Dame de Namur  
Congregational Representative SND-at-UN
30 Jeffreys Neck Road, Ipswich, Ma, USA


 Joan F. Burke, SND
Congregational Representative SND-at-UN
211  -  
43rd St, Suite 1207
1-201-213-2390 / 201-333-0410”






 

Irmãs de Notre Dame


Rua Morom, 2279


99.001-970 Passo Fundo, RS


Brasil


Tel.: 0 xx(54) 312-2944

Escreva seu comentário

© Congregação de Nossa Senhora – Notre Dame